Noticias sobre empregos, concursos, Bahia, BPC,INSS, FGTS e Auxílios

Lei Paulo Gustavo em Serra do Ramalho: Prazos e Oportunidades para os Fazedores de Cultura

Entrevista exclusiva, Igor Santos, diretor de cultura do município

No último dia 8 de novembro, a diretoria de cultura de Serra do Ramalho lançou os aguardados editais da Lei Paulo Gustavo a nível municipal. Cumprindo os prazos estabelecidos pelo Ministério da Cultura, a regulamentação da lei foi seguida à risca, anunciando três editais que prometem impulsionar a cena cultural local.

 

continua depois da publicidade

Em uma entrevista exclusiva, Igor Santos, diretor de cultura do município, explicou os detalhes de cada edital e ressaltou a importância da participação ativa dos fazedores de cultura da região.

 

O Edital 01, dedicado ao audiovisual, abrange uma gama de projetos, desde a produção de curtas-metragens até videoclipes de músicas autorais. Cinema de rua itinerante também encontra espaço, com a inclusão de formações e oficinas voltadas para o segmento audiovisual.

Já o Edital 02 contempla projetos nas áreas de dança, teatro e música, oferecendo oportunidades para oficinas de diversas modalidades, desde teatro e canto até culinária. Um leque diversificado de possibilidades para aqueles que buscam expressar e desenvolver seus talentos nessas áreas.

O Edital 03, intitulado “Prêmio e Incentivo”, visa reconhecer e apoiar pessoas físicas ou grupos que, mesmo sem CNPJ, têm contribuído significativamente para a cultura local ao longo dos anos. Este edital é uma oportunidade de destacar e recompensar o trabalho relevante prestado ao município.

Igor Santos reforçou a importância da leitura cuidadosa dos editais, destacando que cada detalhe, desde o formato até o local de inscrição na biblioteca municipal Professor Acelia Barros, Praça da Amizade, centro de Serra do Ramalho, está minuciosamente explicado. As inscrições estarão abertas até o dia 24 de novembro, proporcionando tempo suficiente para os interessados prepararem e submeterem seus projetos.

Para facilitar ainda mais o processo, os anexos, inicialmente disponíveis apenas em PDF por exigência do diário oficial, serão liberados em formato Word. Igor Santos encorajou os participantes a preencherem os formulários com atenção, lembrando que a equipe de cultura está disponível para esclarecer dúvidas.

O diretor salientou que, embora a equipe possa auxiliar no entendimento dos editais e responder a questionamentos sobre anexos, a responsabilidade pela inscrição do projeto é exclusiva do proponente.

Por fim, Igor Santos fez um convite a todos os fazedores de cultura de Serra do Ramalho, com pelo menos dois anos de residência no município, para participarem ativamente da Lei Paulo Gustavo. Com mais de R$ 300 mil em jogo, o incentivo financeiro não apenas alivia a classe cultural, mas também contribui significativamente para o enriquecimento social e cultural da cidade.

A participação de todos os interessados é fundamental para o sucesso e impacto positivo que a Lei Paulo Gustavo pode trazer à comunidade de Serra do Ramalho. Que a cultura floresça e seja reconhecida como um pilar essencial para o desenvolvimento local.

 

Leia Também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para aprimorar sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você está de acordo com isso. Aceitar Leia: Política de Privacidade