Quinta, 17 de agosto de 201717/8/2017
73.98844-5110
GOVERNO DO ESTADIO AGOSTO DE 10A24 DE AGOSTO
ESPORTES
STJD denuncia o Paysandu por atos homofóbicos por parte de torcida organizada
 O fato aconteceu na partida contra a Luverdense, no dia 30 de junho, no estádio do Curuzu, no Pará
Redação Diario Jequié - BA
Postada em 12/07/2017 ás 16h11
STJD denuncia o Paysandu por atos homofóbicos por parte de torcida organizada

O Paysandu é o primeiro clube denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por homofobia. Segundo a jornalista Gabriela Moreira, da ESPN Brasil, em publicação no seu blog nesta quarta-feira (12), o clube está sendo acusado de discriminação de gênero por atos praticados por uma das suas torcidas organizadas, a Terror Bicolor. A denúncia é do procurador Leonardo Andreotti.


Caso seja condenado, o clube pode ser punido com a perda de três pontos na competição, perda do mando de campo e pagamento de multa que pode chegar a 100 mil reais. Além dessa acusação, o clube paraense ainda poderá ser enquadrado em outro artigo, por deixar de tomar providências para previnir e reprimir desordens no estádio.


 O fato aconteceu na partida contra a Luverdense, no dia 30 de junho, no estádio do Curuzu, no Pará, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Integrantes da organizada agrediram torcedores do próprio time por causa da manifestação da torcida Banda Alma Celeste a favor da causa LGBT. Um boletim de ocorrência foi registrado narrando as agressões e, ainda relantando ameaças de morte.


Somente um caso de preconceito de orientação sexual aconteceu até o momento, que foi em 2014. No entanto, foi arquivado na fase de inquérito.


O Paysandu ocupa a 16ª colocação na Série B com 14 pontos, um a mais do que, justamente, a Luverdense, que é o primeiro time na zona de rebaixamento.

FONTE: BN
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
144